Leite em pó para bebê (fórmula): O Guia Absolutamente Completo

Leite em pó

Que o leite materno é o alimento mais completo que se tem conhecimento atualmente, muita gente já sabe. Hoje vamos falar de leite em pó, as famosas fórmulas.

Até os 6 meses de idade, o leite é a única fonte de alimentação que uma criança precisa para ficar bem alimentada nutritivamente.

Porém, por diversos motivos individuais, nem sempre é possível manter a amamentação como única fonte de alimento.

É nesse momento que as mamães começam a ter muitas duvidas. O que posso dar para o meu bebê antes dele completar 1 ano? Ele pode tomar leite de vaca? O que são fórmulas infantis?

Vem com a gente que aqui tem um Guia Completo para acabar com as suas dúvidas.

O Leite

Vamos começar com uma importante informação: bebês menores de 1 ano NÃO DEVEM ser alimentadas com leite de vaca, nem mesmo em suas versões de leite em pó.

O leite de vaca é alimento profundamente desequilibrado, que não possui nutrientes suficientes para o bebê.

Entretanto, não é só isso.

Antes dos 12 meses, o trato gastrointestinal ainda não está totalmente desenvolvido e o leite de vaca pode causar diversas alergias e micro-hemorragias intestinais, levando ao desenvolvimento de anemias.

Inclusive, o consumo de leite de vaca é um dos grandes responsáveis pela alta incidência de anemia ferropriva em menores de 2 anos.

Então depois de completar 1 ano, meu filho já pode começar a tomar leite de vaca comum?

O ideal é que você evite dar o leite de vaca até os três anos de idade. Mas, se não for possível, a restrição mesmo deve ocorrer até os 12 meses de vida.

E agora, sabendo disso você vai se perguntar como vai complementar a alimentação do seu bebê. E nós temos a resposta: com fórmula infantil.

 

O que é fórmula infantil?

As fórmulas infantis são composições de leite em pó criadas com a intenção de ser funcionalmente semelhantes ao leite materno.

Claro, que isso não chega a ser totalmente possível, mas são composições enriquecidas de nutrientes importantes para cada fase e com boa facilidade de digestão.

São diversas marcas vendidas em forma de leite em pó, normalmente embaladas em latas. E a forma de usar é bem simples: basta acrescentar medidas do produto à água fervida.

 

Quais são os tipos de fórmulas?

 

 

Existem diferentes composições e fórmulas de leite em pó para bebê, cada uma desenvolvida para suprir as necessidades nutricionais de cada fase ou alguma necessidade especial.

Veja a seguir:

  • Para prematuros

Tem uma formula diferenciada que oferece os nutrientes fundamentais para o bebê prematuro, além de ser modificado para ter uma digestão facilitada. Normalmente é usado como complemento, já que a amamentação também é indispensável nesse período.

  • Fase 1

É a fórmula de leite para recém-nascido, que fornece os nutrientes necessários até os 6 meses de vida. A lactose é o principal carboidrato e a composição possui maior quantidade de micronutrientes (aminoácidos e ferro) e teor proteico mais elevado que o do leite materno.

  • Fase 2

É indicado para os bebês com mais de 6 meses de vida. Possui a composição semelhante ao leite da fase 1, sendo que contem o teor mais alto de ferro.

  • AR ou Antirrefluxo

É especialmente indicado para bebês que sofrem com refluxo gastroesofágico (regurgitação). Possui uma fórmula similar ao leite da fase 1, porém possui milho pré-gelatinizado ou amido de arroz em sua composição. Essas substâncias, quando em contato com a secreção gástrica engrossam um pouco o leite e ajudam a diminuir o refluxo.

  • Fórmulas sem lactose

Indicadas para crianças com intolerância à lactose. E também para o bebê com alguma enfermidade que tem causa diarreia constante, alterando a flora intestinal e diminuindo a produção da enzima responsável por digerir esse carboidrato.

  • HA ou Fórmulas Hipoalergênicas

São formuladas com proteína do soro do leite hidrolisada parcialmente, e recomendadas para as crianças que têm alergia ao leite de vaca no histórico familiar.

  • Fórmulas à base de soja

Outra fórmula indicada para crianças que possuem intolerância à lactose. É recomendado também como substituto alimentar para os bebês (com mais de 6 meses) que possuem alergia à proteína do leite de vaca ou para as famílias que seguem uma dieta vegetariana.

  • Fórmulas diferenciadas

Estão sempre surgindo novas composições criadas para necessidades específicas, como: ingredientes levemente hidrolisados para bebês com cólicas ou fórmulas com mais fibras para constipação intestinal.

IMPORTANTE: a escolha do tipo mais adequado para a alimentação do seu bebê deve ser recomendada por um pediatra.

 

Como conciliar amamentação e leite em pó (fórmula)

Precisamos enfatizar que o leite materno é o leite mais recomendado e também o melhor para os bebês até 2 anos (ou mais), sendo que o aleitamento materno é de extrema importância até, no mínimo 6 meses de vida.

Infelizmente nem sempre é possível manter a amamentação pelo máximo de tempo possível, seja por dificuldades na hora de amamentar, porque o bebê não está crescendo o suficiente, porque a mamãe precisa voltar ao trabalho, etc.

Enfim, existem inúmeras e individuais razões que levam à necessidade de complementar a alimentação com fórmulas infantis.

Isso é bem comum de acontecer e em termos de saúde, não há problema fazer a complementação alimentar com o leite em pó.

Entretanto, independente do motivo para o uso da fórmula infantil, tenha consciência de que o leite materno é o melhor alimento para o seu bebê.

Então, mesmo em pouca quantidade o leite materno é sempre bem saudável e indicado.

Mesmo as fórmulas sendo bem ricas nutricionalmente, elas não contêm componentes imunológicos fornecidos somente pelo leite materno e que protegem o bebê de diversas doenças.

 

Gostou das dicas? Não deixe de compartilhar nosso artigo com outras mamães que podem estar com as mesmas duvidas que você!

 

Recomendados Para Você:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*