Café na Gravidez: Pode ou não pode afinal?

Xícara de café

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/guiap629/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 3215

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/guiap629/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 3215

Hoje vamos falar sobre o café na gravidez, e também sobre a cafeína de um modo geral. Temos muito o que falar sobre alimentação na gravidez né?

Uma das primeiras coisas que a maioria de nós mulheres pensa em dizer adeus assim que vemos essas duas linhas rosa em nossos testes de gravidez é a cafeína.

Se você já pensou nisso é porque adora café, então vamos esclarecer este assunto para não ser um sacrifício para você e para não fazer mal ao seu bebê.

Muitas mulheres param de ingerir qualquer coisa que tenha cafeína desde de café, refrigerante até mesmo chocolate.

Depois, há algumas que ainda vão beber café, mas reduzir. Em vez de beber cinco xícaras de café por dia, irão reduzir para uma xícara de café ao longo do dia.

Nossas mães e avós provavelmente nos dirão que elas bebiam a mesma quantidade de cafeína enquanto estavam grávidas e seus filhos nasceram bem.

 

Por que a cafeína na gravidez faz mal?

Muito mais pesquisa tem sido feita desde o tempo das nossas avós e estudos estão mostrando que a cafeína demais pode causar algumas complicações, como trabalho de parto prematuro e/ou baixo peso ao nascer.

Isso porque a cafeína faz com que os vasos sanguíneos do corpo se contraiam. Assim, se a gestante consumir cafeína demais, pode prejudicar a circulação útero-fetal, causando aborto ou parto prematuro.

O que as pesquisas dizem

Pesquisadores americanos do American College of Obstetricians and Gynecologists descobriram que uma quantidade moderada de café por dia não aumenta as chances de aborto ou de parto prematuro.

O College’s Committee on Obstetric Practice disse que 200 mg de cafeína diários – aproximadamente a quantidade de um copo de 350 ml de café (que corresponde a 3 xícaras de café expresso ou 4 xícaras de chá preto, por exemplo)- não contribuem significativamente para complicações na gravidez.

Os médicos estão dizendo a seus pacientes que uma quantidade moderada de cafeína não irá prejudicar seus bebês.

Mesmo que a cafeína atravesse a placenta, qualquer coisa menos de 200 miligramas por dia (um copo de 350 ml de café) não fará nenhum dano.

Qualquer coisa acima de 300 miligramas coloca seu bebê em risco e estudos também mostraram que as mulheres que bebem mais de 300 miligramas de cafeína por dia durante seu primeiro trimestre têm um risco ligeiramente maior de sofrer um aborto espontâneo.

Estudos também mostraram que as mulheres que tomaram mais de 500 miligramas de cafeína por dia tinham bebês que tinham taxas cardíacas mais rápidas e taxas de respiração mais rápidas.

Esses bebês também passaram mais tempo acordados em seus primeiros dias de vida, em vez de dormir pacificamente após sua longa jornada.

Então, pode tomar café na gravidez?

Café na gravidez

Há uma série de outras razões pelas quais você deve reduzir a quantidade de cafeína que bebe durante a gravidez.

  • Para começar, não tem valor nutricional. Se há um momento na vida para prestar atenção nas nossas necessidades nutricionais é quando estamos grávidas.
  • Em segundo lugar, a cafeína é um estimulante que irá aumentar a sua frequência cardíaca e pode causar insônia e dores de cabeça que pode colocar algum estresse sobre o seu pequeno crescimento.
  • Em terceiro lugar, a cafeína pode causar azia. Ou piorar bastante.
  • Por último, é um diurético que significa que pode fazer com que você perca fluidos que podem colocá-la em risco de ficar desidratada.

Embora não seja necessário que você desista de toda a cafeína durante a sua gravidez, você deve aprender a beber com moderação ou não beber em tudo.

Se você não consegue lidar com apenas uma xícara de café por dia, então pode ser melhor não beber nenhum café e pronto. Existem refrigerantes livre de cafeína e café descafeinado também.

Eu, por exemplo, tomei descafeinado nas 2 gestações, e também durante a amamentação. E como uma gravidez foi pertinho da outra, acabei me acostumando ao descafeinado. Agora que minha filha mais nova está com 1 ano e 7 meses e já não amamento mais que não estou mais comprando o descafeinado, mas tenho que prestar atenção pra não comprar errado. Você se acostuma, vai por mim.

Lembre-se que café descafeinado ainda contém pequenos vestígios de cafeína, por isso certifique-se de levar isso em consideração.

Alimentos que contém cafeína

Além do café, existem mais de 150 alimentos que contém cafeína, veja aqui alguns exemplos dos que são mais consumidos no Brasil:

  • Chá preto, chá mate, chá verde;
  • Chocolate e bebidas com cacau ou chocolate;
  • Refrigerantes, como coca-cola e pepsi, energéticos;
  • Chá industrializados, como ice tea.
  • Cafés: coado, descafeinado, expresso, instantâneo, solúvel

Por isso, tudo conta: Chocolate, café, chá, refrigerantes com cafeína ou mesmo um achocolatado.

Chocolate e Café

Na tabela abaixo apresentamos alguns valores médios de cafeína em diversos alimentos.

Essa tabela mostra apenas valores médios e algumas bebidas energéticas podem conter mais do que 200 mg de cafeína numa única dose, o que ultrapassa a dose diária recomendada. Por isso  que é indispensável consultar os valores no rótulo da bebida antes de a consumir.

Tabela de alimentos com cafeína

* O chocolate branco não é realmente chocolate, mas sim uma mistura de manteiga de cacau com leite e açúcar.

Remédios que contém cafeína

A cafeína também encontra-se presente em alguns remédios para gripe e dor de cabeça como por exemplo:

Tabela Remédios Com Cafeína

  • Benegrip
  • Dorflex
  • Coristina D
  • Gripinew
  • Tylalgin Cafi
  • Dorona Cafi
  • Cafilisisador
  • Neosaldina
  • Paracetamol + Cafeína
  • Resfriol
  • Mioflex
  • Tandrilax
  • Dipirona Sódica + Cafeína
  • Ana-Flex
  • Torsilax
  • Sedalex

Conclusão

Sim é necessário reduzir a ingestão de cafeína, mas grávida pode tomar café, e não precisa radicalizar, dá pra controlar e equilibrar a alimentação na gravidez também mantendo seu cafézinho.

Refrigerante na gravidez: Lembre-se que refrigerantes contêm alto teor de açúcar que também pode ser prejudicial na gravidez, além de engordar mais.

Mas não se preocupe demais. Se um dia ultrapassar um pouco a dose recomendada, basta que compense esse excesso comendo menos chocolate ou bebendo menos café nos dias seguintes.

Eu adoraria saber de alguma receitinha que você gosta usando café. Compartilhe com as amigas aqui nos comentários.

Beijos e até a próxima

Gostaria de saber mais sobre alimentação para gestante?

Não deixe de conferir o vídeo desta nutricionista.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*